Thursday, 10 January 2013









Começo por terminar  na praia  Infinita da Memória ...

No registo da canção das Ondas...


Os pés descalços na areia morna ...


O véu do Tempo que pouco ou nada importa ...


O coração da espuma fresca ...


O Silêncio da Aurora
!