Saturday, 27 October 2007

livros




A avelaneiraflorida mandou-me ler! Claro que é algo que gosto muito de fazer!

Mas acrescentou:

1) Pegar num livro que tenham à mão ... não vale procurar

2) Abri-lo na página 161,

3) Procurar a 5ª frase completa.

4) Postá-la no vosso blog.

5) Passar a Maria a 5 bloggers.

6) É proibido ir buscar o melhor livro, nem é postar a frase acharem mais interessante.

7) Divulgar o nome e o autor do Livro.

e assim :

"We stayed talking until the pub closed, and then went to my flat,
because we both had the same feeling-each to the other was a jar full of possibility, but a closed jar, sealed."

in Doris Lessing, Briefing for a descent into hell,
Grafton books


"Agora a passagem do testemunho":

Jorge moreira
misteriousSpirit
MiaHari
rosa dourada
serenidade

Wednesday, 24 October 2007

o nadador negro

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Nadava um negro num lago,
o
através de cujas límpidas águas
o
se viam as pedras do fundo.
o
Tinha o lago a forma de uma íris azul
o
de que o negro era a pupila.
oo
(Ben Jafacha)
o
o
o
Poema de Herberto Helder
o
o
fotografia de JorgeM.
o
o

Tuesday, 23 October 2007

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Quando aqueles que chegavam

olhavam os que partiam

os que partiam choravam

os que ficavam sorriam


Mário Cesariny (1923)


imagem retirada da net

essa luz

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Recolhe-te, minha alma. É somente a beleza

que vem e tinge o céu e te deslumbra e passa.

Conserva inda em tuas mãos essa luz que decai.

Alguma coisa a noite urde: também cega o escuro

e possui um céu próprio para acossar as águas.

Peixes errantes palpam todo um limo de morte.

O vento na varanda quebra o caule aos aloés.


Maria Victoria Atencia ( 1931)

Trad. José Bento


imagem retirada da net

Monday, 22 October 2007

sou tudo

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Sou vento, sou mar,

sou terra sem fundo,

tenho tristeza?

Não posso ter.

Tenho amor sem fim,

tenho paz e sossego.

Sou vento, sou mar,

Sou terra em mim.

o

Tenho que ter alegria

porque senão,

não sou tudo o que digo,

não tenho sossego nem paz.

oo

poema de Marisa, 9 anos

imagem de Ruben D.

Friday, 19 October 2007

Basta Pensar em Sentir






Basta pensar em sentir

Para sentir em pensar.

Meu coração faz sorrir

Meu coração a chorar.

Depois de parar de andar,

Depois de ficar e ir,

Hei de ser quem vai chegar

Para ser quem quer partir.


Viver é não conseguir.



poema de Fernando Pessoa

imagem retirada da net

Wednesday, 17 October 2007

pus os pés...


" Puse los pies en esa parte de la vida

mas allá de la cual no se puede pasar

con propósito de volver"


" Pus os pés nessa parte da vida

mais além da qual não se pode passar

com propósito de regressar"


Dante Alighieri, La Vita Nuova, XIV


trad. para português de Fernando Mineiro Glórias

fotografia de Esmite

Tuesday, 16 October 2007

folhas caídas

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


A folha amarela caída no chão triste

está a chorar porque não tem

amigas para brincar ao luar.

Um dia caiu uma folha verde do céu

para brincar com a folha amarela.

Todos os dias

brincava com ela e cantava

sem parar.

Todos os dias a folha verde

ia acordar a folha amarela

e iam para o jardim encantado.

E assim ficaram amigas

para sempre ... sempre.



poema de Flávio, 9 anos - Lisboa

fotografia de Daniel M.

Monday, 15 October 2007

Mestria




Esse que está sentado no seu trono

E que serve e obedece a outro mais forte

Fez cair sobre mim profundo sono

Após me ter passado pela morte.


Quando o sino soou o toque nono

Deslocaram a luz de Sul para Norte

E o sol brilhou na treva como dono

E não houve mais bússola ou desnorte


Do chão me ergueram à meia-noite em ponto

Ergueram-me do chão em que jazia

Ainda meio cego e meio tonto



Mas ao lembrar-me disto no outro dia

Foi como se tivesse ouvido um conto

E o que houve fosse apenas fantasia.




poema de António Telmo
in Codex Templi



Friday, 12 October 2007

...Como as gaivotas

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



..... Como as gaivotas e as ondas se encontram,

............................... nos encontramos e nos unimos.

...................................... Vão-se as gaivotas voando,

........................................... vão pairando sobre as ondas;

................................................. e nós também vamos.


................................................................... Rabindranath Tagore

Thursday, 11 October 2007

há dias assim...de felicidade!


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Devo ter sido ave que hiberna,

Uma encruzilhada de hipóteses,

Belos sonhos,mas inquietos,

E uma Verdade sem nome.

Do miradouro, olho e reparo :

Passo na rua, lá em baixo

E as memórias ressoam,

Das pedras dessa calçada.

Vejo.

Somos pontos e ondas circulares

E estas partem e voltam.

A ligação aos outros,

À natureza,

A Deus...

Está estabelecida desde sempre.

No silêncio ela É.

Chamar, dizer,

É desta subtileza

Separar-me,

Amor Maior,

E dela dar testemunho.


Um abraço de Amizade


Poema de Liliana retirado da cidadedoesquecimento

Tuesday, 9 October 2007

há...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Haverá sempre uma breve ilusão

de que o mar também sente...


................................. hag

Monday, 8 October 2007

seduz...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




A minha vida é o mar...

remoinhos de luz,

quanto mais solto,

mais vivo e

mais o mar me seduz...


................................ hag
o
o

Sunday, 7 October 2007

como o rumor

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Como o rumor do mar dentro de um búzio

O divino sussurra no universo

Algo emerge: Primordial Projecto



Sophia de Mello Breyner Andresen



imagem retirada da net

watermill




Das Leben ist an allem schuld.

Aber um Gottes willen:

Was ist leben?



Robert Musil



óleo sobre tela de Sergei Aparin

Saturday, 6 October 2007

sem véu...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

o

o

"A sombra vai atrás da luz,

coberta com um véu,

em secreta humildade,

com calado andar de amor."

O

Rabindranath Tagore (1861- 1941)

Wednesday, 3 October 2007

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


O sol quente

varre os montes,

duas flores frágeis

ao longe.

O Sol quente

que tem um

brilho luminoso.

Duas nuvens

feitas de espuma

de sabão.

Brancas como a neve

e transparentes

como rios.



poema de Luís Horta de 9 anos

imagem retirada da net

Tuesday, 2 October 2007

lágrima de orvalho...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



imagem retirada da net

Monday, 1 October 2007

a meditar

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



". Cultivar estados mentais positivos

como a generosidade e a compaixão,

decididamente conduz a uma melhor

saúde mental e à felicidade "


............................. Dalai Lama



fotografia retirada da net

#