Sunday, 25 February 2007

Velas desfraldadas ao vento


Hoje fui navegar,
Pelo mar sem fim...

Hoje fui navegar,
Pelo mar em mim...

Apenas levei as velas da imaginação...


hag

Friday, 16 February 2007

ÁRVORES



Cada ramo
um braço que se estende!
Cada ramo
um abraço que se encontra!
.
.
hag

Wednesday, 14 February 2007

Dizei lá o que é o AMOR?




Corações juntos ************** e unidos. Um
veneno mais que *************doce. Dor que faz
bem aos sentidos. Se-******** ta que acerta e ador-
mece. Obra que ao mun-*****do traz gente. Moço fo-
goso e atrevido. Um jogo**que afinal mente. Cha-
ma e braseiro de Cupido. Fardo leve de levar.
Menino amável galante. Tristeza que dá
prazer. Corda que prende o amante. Ser
cego, sombrio, sinistro. Noite de
gozo e grandeza. Livro já lido
e revisto. Fausto de fugaz
beleza. Feita de com-
prar remorsos. Des-
razão inteligen-
te. Estrada de
muitos can-
saços. Fo-
go que
arde e-
terna-
men-
te.
*
*
*
Georg Philipp Harsdörffer (1607 - 1658)

Mostrai-me as anémonas






Mostrai-me as anémonas, as medusas e os corais




Do fundo do mar.




Eu nasci há um instante.


Sophia de Mello Breyner Andresen in Mar


Thursday, 8 February 2007

Nascer... de novo



Photo by Oceanus

Saturday, 3 February 2007

Oceanus


Um pouco mais de sol - eu era uma brasa.
Um pouco mais de azul - eu era além.
Para atingir faltou-me um golpe de asa...
Se ao menos eu permanecesse aquém....
....
Quase o amor, quase o triunfo e a chama,
Quase o princípio e o fim - quase a expansão...
.
.
Mario de Sá Carneiro in Quase
.
.
photo by Maicar Forlag