Monday, 31 December 2007

Sunday, 30 December 2007

Mitte des Winters




Das Jahr geht zornig aus. Und kleine
Tage Sind viel verstreut wie Hütten in den Winter.
Und Nächte ohne Leuchten, ohne Stunden,
Und grauer Morgen ungewisser Bilder.

Sommerzeit, Herbstzeit, alles geht vorüber,
Und brauner Tod hat jede Frucht ergriffen.
Und andre kalte Sterne sind im Dunkel,
Die wir zuvor nicht sahn vom Dach der Schiffe.

Weglos ist jedes Leben. Und verworren
Ein jeder Pfad. Und keiner weiß das Ende,
Und wer da suchet, daß er Einen fände,
Der sieht ihn stumm und schüttelnd leere Hände.


Georg Heym (1887-1912)


fotografia de Gisela B.

em papel




Guardar imagens em papel nu e transparente

Rios e Lagos de memórias inundados.

As imagens transbordam fugidias

Navegam muito lentamente pelos dias.

Curvas de espaços

Laços e fitas

Vivas?


h




Friday, 28 December 2007

as minhas mãos

Photobucket


As minhas mãos mantêm as estrelas,

Seguro a minha alma para que se não quebre

A melodia que vai de flor em flor,

Arranco o mar do mar e ponho-o em mim

E o bater do meu coração sustenta o ritmo das coisas.




poema de Sophia de Mello Breyner Andresen

fotografia retirada na net

Saturday, 22 December 2007

estrela no céu

Photobucket


A todos os que visitaram este espaço,

desejamos um Feliz Natal e um Excelente Ano Novo

o

To all of you who visited this space

we wish you a Merry Christmas and an Excelent New Year

Sunday, 16 December 2007

amor

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket
Não é verdade que o amor te torna cego.
O amor torna~te sábio.
Halldis Moren Versaas
imagem retirada de Hubblesite

Thursday, 13 December 2007

Chuva

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Cai a chuva, ploc, ploc


corre a chuva ploc, ploc

como um cavalo a galope.


Enche a rua, plás, plás

esconde a lua, plás, plás

e leva as folhas atrás.


Risca os vidros, truz, truz

molha os gatos, truz, truz

e até apaga a luz.


Parte as flores, plim, plim

maça a gente plim, plim

parece não ter mais fim.



Luísa Ducla Soares,
in A Gata Tareca e Outros Poemas Levados da Breca,

Sunday, 9 December 2007

...caída no seio da tarde

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Caída no seio da tarde
Serena como uma pedra
Não tem princípio nem fim


O tempo que roda em ti
Roda sempre no mesmo dia



poema de António Dacosta

fotografia de Nicole

cor

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


...levanta esse olhar perdido

e ergue-o

muito para além do mar!



De que cor é a tua dor?


h


fotografia de Veronique M.


Friday, 7 December 2007

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


sou apenas um sinal

sou apenas um caminho

(quantas vezes percorrido até chegar ao destino?)



"Yvette Centeno", in A Oriente

imagem de Lionnel M.

Thursday, 6 December 2007

CÉU

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Céu!

És o mar onde navega o batel da minha imaginação.


pensamento de Sufi Inayat Khan

Wednesday, 5 December 2007

final

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


(...)

Navegantes sem rumo! Destroços de astros velhos!

Ó mares do futuro! Ó céus inexplorados!

Lanço agora o anzol a tudo o que é solitário:

dai resposta à impaciência da chama,

agarrai para mim, pescador nos altos montes,

a minha sétima Última solidão! -



poema de Friedrich Nietzsche

tradução de Paulo Quintela

fotografia de Paul P.

Sunday, 2 December 2007

...ser

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


" O homem demonstra que é grande ou pequeno
conforme a importância que ele dá
ás coisas maiores ou menores da vida."



pensamento de Sufi Inayat Khan

fotografia de DSC

Saturday, 1 December 2007

Tuvalu

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


"Tuvalu, a nação mais pequena do mundo
com apenas 26 Km2 de atóis,
está condenada a desaparecer
sob as águas do Pacífico nas próximas décadas.
"



fonte National Geographic

fotografia retirada da net

Thursday, 29 November 2007

...sinfonia

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


... em azul maior



imagem retirada da net

Wednesday, 28 November 2007

...estrelas ainda no mar...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

...Tal como as estrelas do mar

Que encontraram no limiar da terra

Um refúgio ...

Partem...

Agora, eternas viajantes,

Em estrelas do Universo.



h

imagem de Doris


Tuesday, 27 November 2007

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Sou como a maré no mar da vida,

trago para terra

tudo o que encontro a meu alcance.



pensamento de Sufi Inayat Khan

imagem retirada da net




Sunday, 25 November 2007

...com palavras

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




...hoje acordei com palavras...
.
.
h

Thursday, 22 November 2007

tempos juncos

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Tempos-juncos

Na margem do lago,

Onde as pedras são tempo,

Onde o tempo é de pedra.

No lago da margem,

Tempos, juncos,

Na margem do lago,

Santos, juntos.



poema de Velimir Khlébnikov

Trad.: Ausgusto de Campos e Boris Schnaiderman


fotografia de Doris

Thursday, 15 November 2007

a chuva também molha...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

a chuva molha,

------------------------- os pensamentos

------------------------------- a quem pensa e demora...

---------------------------------------a chuva arranca,

---------------------------------------------os pensamentos

---------------------------------------------------na mesma hora!




h

imagem retirada da net

Wednesday, 14 November 2007

gotas...





... gotas de vida e dor...



h



imagem retirada da net

Monday, 12 November 2007

descalço estes pés...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Descalço estes pés vivos e cansados,

Ainda presos a caminhos congestionados,

de ignorantes,

bem entrelaçados,

sedentos de poder,

marcando o seu passo...

Pois também eu passo!

E um a um arranco, sem dor,

todos os nós que prendem a pele mais sensível

a estes pés já descalços.

Uma a uma solto as fivelas na pele cravadas,

rasgando pedaços de carne nua e desgastada.

E puxando um só laço, os ganchos de ferro, desfaço.

Sulcando a carne nua,

Desfazendo a verdade crua,

De não dar

Nem mais um passo.


Descalço estes pés vivos e cansados...



poema de hag
o
fotografia de jacobs

Friday, 9 November 2007

olhar

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



hoje
não
tenho
palavras
apenas
um
olhar
azul
breve
e
simples
...
hag
imagem retirada da net
Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


A vida antiga tinha raizes, talvez a vida futura as venha a ter.

A nossa época é horrível porque já não cremos - e não cremos ainda.

O passado desapareceu, de futuro nem alicerces existem.

E aqui estamos nós sem tecto,

entre ruinas,

à espera...




Raul Brandão

fotografia de Peter W.

Wednesday, 7 November 2007

o rio

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

O rio
Uma gota de chuva

A mais, e o ventre grávido

Estremeceu, da terra.

Através de antigos Sedimentos,

rochas Ignoradas, ouro

Carvão, ferro e mármore

Um fio cristalino

Distante milênios

Partiu fragilmente

Sequioso de espaço

Em busca de luz.

Um rio nasceu.


poema de Vinicius de Moraes

imagem de Paul L.

Monday, 5 November 2007

a raiz da paisagem

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


A raiz da paisagem foi cortada.

Tudo flutua ausente dividido,

tudo flutua, sem nome e sem ruído.


Sophia de Mello Breyner Andresen

Saturday, 3 November 2007

escrevo na água

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Vou para o rio
e na ribeira
escrevo na água
a minha pena.
anónimo
(lírica espanhola)
Tradução de José Bento

Thursday, 1 November 2007

outro

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Eu não sou eu nem o outro,

Sou qualquer coisa de intermédio:

Pilar da ponte de tédio

Que vai de mim para o Outro.


Mário de Sá-Carneiro ( 1890-1916)


Saturday, 27 October 2007

livros




A avelaneiraflorida mandou-me ler! Claro que é algo que gosto muito de fazer!

Mas acrescentou:

1) Pegar num livro que tenham à mão ... não vale procurar

2) Abri-lo na página 161,

3) Procurar a 5ª frase completa.

4) Postá-la no vosso blog.

5) Passar a Maria a 5 bloggers.

6) É proibido ir buscar o melhor livro, nem é postar a frase acharem mais interessante.

7) Divulgar o nome e o autor do Livro.

e assim :

"We stayed talking until the pub closed, and then went to my flat,
because we both had the same feeling-each to the other was a jar full of possibility, but a closed jar, sealed."

in Doris Lessing, Briefing for a descent into hell,
Grafton books


"Agora a passagem do testemunho":

Jorge moreira
misteriousSpirit
MiaHari
rosa dourada
serenidade

Wednesday, 24 October 2007

o nadador negro

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Nadava um negro num lago,
o
através de cujas límpidas águas
o
se viam as pedras do fundo.
o
Tinha o lago a forma de uma íris azul
o
de que o negro era a pupila.
oo
(Ben Jafacha)
o
o
o
Poema de Herberto Helder
o
o
fotografia de JorgeM.
o
o

Tuesday, 23 October 2007

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Quando aqueles que chegavam

olhavam os que partiam

os que partiam choravam

os que ficavam sorriam


Mário Cesariny (1923)


imagem retirada da net

essa luz

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Recolhe-te, minha alma. É somente a beleza

que vem e tinge o céu e te deslumbra e passa.

Conserva inda em tuas mãos essa luz que decai.

Alguma coisa a noite urde: também cega o escuro

e possui um céu próprio para acossar as águas.

Peixes errantes palpam todo um limo de morte.

O vento na varanda quebra o caule aos aloés.


Maria Victoria Atencia ( 1931)

Trad. José Bento


imagem retirada da net

Monday, 22 October 2007

sou tudo

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Sou vento, sou mar,

sou terra sem fundo,

tenho tristeza?

Não posso ter.

Tenho amor sem fim,

tenho paz e sossego.

Sou vento, sou mar,

Sou terra em mim.

o

Tenho que ter alegria

porque senão,

não sou tudo o que digo,

não tenho sossego nem paz.

oo

poema de Marisa, 9 anos

imagem de Ruben D.

Friday, 19 October 2007

Basta Pensar em Sentir






Basta pensar em sentir

Para sentir em pensar.

Meu coração faz sorrir

Meu coração a chorar.

Depois de parar de andar,

Depois de ficar e ir,

Hei de ser quem vai chegar

Para ser quem quer partir.


Viver é não conseguir.



poema de Fernando Pessoa

imagem retirada da net

Wednesday, 17 October 2007

pus os pés...


" Puse los pies en esa parte de la vida

mas allá de la cual no se puede pasar

con propósito de volver"


" Pus os pés nessa parte da vida

mais além da qual não se pode passar

com propósito de regressar"


Dante Alighieri, La Vita Nuova, XIV


trad. para português de Fernando Mineiro Glórias

fotografia de Esmite

Tuesday, 16 October 2007

folhas caídas

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


A folha amarela caída no chão triste

está a chorar porque não tem

amigas para brincar ao luar.

Um dia caiu uma folha verde do céu

para brincar com a folha amarela.

Todos os dias

brincava com ela e cantava

sem parar.

Todos os dias a folha verde

ia acordar a folha amarela

e iam para o jardim encantado.

E assim ficaram amigas

para sempre ... sempre.



poema de Flávio, 9 anos - Lisboa

fotografia de Daniel M.

Monday, 15 October 2007

Mestria




Esse que está sentado no seu trono

E que serve e obedece a outro mais forte

Fez cair sobre mim profundo sono

Após me ter passado pela morte.


Quando o sino soou o toque nono

Deslocaram a luz de Sul para Norte

E o sol brilhou na treva como dono

E não houve mais bússola ou desnorte


Do chão me ergueram à meia-noite em ponto

Ergueram-me do chão em que jazia

Ainda meio cego e meio tonto



Mas ao lembrar-me disto no outro dia

Foi como se tivesse ouvido um conto

E o que houve fosse apenas fantasia.




poema de António Telmo
in Codex Templi



Friday, 12 October 2007

...Como as gaivotas

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



..... Como as gaivotas e as ondas se encontram,

............................... nos encontramos e nos unimos.

...................................... Vão-se as gaivotas voando,

........................................... vão pairando sobre as ondas;

................................................. e nós também vamos.


................................................................... Rabindranath Tagore

Thursday, 11 October 2007

há dias assim...de felicidade!


Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Devo ter sido ave que hiberna,

Uma encruzilhada de hipóteses,

Belos sonhos,mas inquietos,

E uma Verdade sem nome.

Do miradouro, olho e reparo :

Passo na rua, lá em baixo

E as memórias ressoam,

Das pedras dessa calçada.

Vejo.

Somos pontos e ondas circulares

E estas partem e voltam.

A ligação aos outros,

À natureza,

A Deus...

Está estabelecida desde sempre.

No silêncio ela É.

Chamar, dizer,

É desta subtileza

Separar-me,

Amor Maior,

E dela dar testemunho.


Um abraço de Amizade


Poema de Liliana retirado da cidadedoesquecimento

Tuesday, 9 October 2007

há...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Haverá sempre uma breve ilusão

de que o mar também sente...


................................. hag

Monday, 8 October 2007

seduz...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket




A minha vida é o mar...

remoinhos de luz,

quanto mais solto,

mais vivo e

mais o mar me seduz...


................................ hag
o
o

Sunday, 7 October 2007

como o rumor

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Como o rumor do mar dentro de um búzio

O divino sussurra no universo

Algo emerge: Primordial Projecto



Sophia de Mello Breyner Andresen



imagem retirada da net

watermill




Das Leben ist an allem schuld.

Aber um Gottes willen:

Was ist leben?



Robert Musil



óleo sobre tela de Sergei Aparin

Saturday, 6 October 2007

sem véu...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket

o

o

"A sombra vai atrás da luz,

coberta com um véu,

em secreta humildade,

com calado andar de amor."

O

Rabindranath Tagore (1861- 1941)

Wednesday, 3 October 2007

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


O sol quente

varre os montes,

duas flores frágeis

ao longe.

O Sol quente

que tem um

brilho luminoso.

Duas nuvens

feitas de espuma

de sabão.

Brancas como a neve

e transparentes

como rios.



poema de Luís Horta de 9 anos

imagem retirada da net

Tuesday, 2 October 2007

lágrima de orvalho...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



imagem retirada da net

Monday, 1 October 2007

a meditar

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



". Cultivar estados mentais positivos

como a generosidade e a compaixão,

decididamente conduz a uma melhor

saúde mental e à felicidade "


............................. Dalai Lama



fotografia retirada da net

Sunday, 30 September 2007

Da transparência

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket



Senhor libertai-nos do jogo perigoso da transparência

No fundo do mar da nossa alma não há corais nem búzios

Mas sufocado sonho

E não sabemos bem que coisa são os sonhos

Condutores silenciosos canto surdo

Que um dia subitamente emergem

No grande pátio liso dos desastres



Sophia de Mello Breyner Andresen
in Obra Poética


fotografia de William E.

Saturday, 29 September 2007

esta vista de mar...

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Esta vista de mar, solitariamente,

dói-me. Apenas dois sóis, duas luas

me dariam riso e bálsamo.

A arte da natureza pede

o amor em dois olhares.



Fiama Hasse Pais Brandão (1938-2007)

in "As Fábulas"

Friday, 28 September 2007

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Como o rumor do mar dentro de um búzio

O divino sussura no universo

Algo emerge: primordial projecto






Sophia de Mello Breyner Andresen

fotografia de Brian

Thursday, 27 September 2007

Lá fora onde árvores são

Photo Sharing and Video Hosting at Photobucket


Lá fora onde árvores são
O que se mexe a parar
Não vejo nada senão,
Depois das árvores, o mar.

É azul intensamente,
Salpicado de luzir,
E tem na onda indolente
Um suspirar de dormir.

Mas nem durmo eu nem o mar,
Ambos nós, no dia brando,
E ele sossega a avançar
E eu não penso e estou pensando.



Fernando Pessoa


fotografia de Lia

#